sábado, 3 de outubro de 2009

Sistemas de documentação

O sistema de termo pode definir-se como “um conjunto de elementos que possuem, pelo menos um carácter comum e que concorrem, de uma maneira ou de outra, à obtenção de um resultado” (Bergengren, 1978: 13). Aplicado ao campo da documentação, consiste numa série de instrumentos estruturados e inter-relacionados através dos quais se recolhem os dados, se tratam e, posteriormente podem ser utilizados pelos profissionais e pelos usuários dos museus (Caballero, 1988: 456). Entre as características de um bom sistema de documentação, podemos realçar a fiabilidade, flexibilidade e a economia. A fiabilidade refere-se à capacidade do sistema assegurar a cobertura de todos os processos de documentação por meio de instrumentos adequados. A flexibilidade consiste na possibilidade de se adaptar a diversos museus que contenham diferentes tipos de colecções. Isto consegue-se utilizando os instrumentos básicos e desenhando s complementares para cada tipo de colecção. A economia significa que o sistema deve oferecer o acesso à informação requerida no menor tempo possível. Igualmente, deve permitir visualizar, a partir de um dos instrumentos, os dados registados noutros meios.

Sem comentários:

Enviar um comentário